Início > Tech-Ed > Infra-estrutura do “Tech-Ed 2008 for IT Professional” em Orlando/FL

Infra-estrutura do “Tech-Ed 2008 for IT Professional” em Orlando/FL

quinta-feira, 26 jun 2008 @ 7:01 PM Deixe um comentário Go to comments

No "Tech-Ed 2008 for IT Professional" que ocorreu entre os dias 10 a 13 de junho em Orlando/FL, com a participação de mais de 8 mil profissionais de diversos países. Um dos grandes destaques ficou por conta da solução de virtualização, o Hyper-V, que a Microsoft Corp construiu em parceria com a Hewlett-Packard Corp, para sustentar todas as demos das palestras do evento.

Mais uma vez a Microsoft demonstra o seu poderio às prévias do lançamento de seu novo produto, o Hyper-V, que foi disponibilizado hoje o RTM do produto através do "Download Center". Uma sala simplória, meio que as escondidas, com o nome de "Virtual Demo Solution", ao lado da área de registro e das salas dos palestrantes, foi o local escolhido para abrigar toda solução virtualização durante o período em que se desenrolou o evento. Com um servidor HP com Intel Xeon Quad-Core de 3.0 GHhz (com diversos sockets), com 768 GB de memória (~3 GB ou mais por máquina virtual) e 16 TB de disco, foi o hardware utilizado pela Microsoft para suportar todas as máquinas virtuais em demonstrações das sessões que ocorriam simultaneamente em 32 salas durante todo o evento, chegando a 128 máquinas simultâneas. Foi dessa forma que a TI da Microsoft suportou umas das maiores conferências para IT Professional.

Para conseguir tal maturidade no produto, que agora esta em RTM, a Microsoft entrega ao mercado um produto baseado em microkernel. Por o Hyper-V utilizar uma arquitetura baseada em microkernel, ele vem se resumindo e se demonstrando ser uma plataforma extremamente robusta e resiliente. Com o uso da arquitetura hypervisor em microkernel, o Hyper-V provê um isolamento superior em relação a uma arquitetura de kernel monolítico, já que os drivers são carregados dentro de cada máquina virtualizada, em vez de ser carregado dentro do espaço de endereços do hypervisor, como ocorre em outras arquiteturas. Dessa forma, a arquitetura do Hyper-V incorpora maior resiliência para a plataforma em caso de um driver apresentar problemas e não causar impacto às demais máquinas virtualizadas.

Outro ponto importante, ainda em relação à maturidade do produto, é a sua escalabilidade, que pode chegar a 4 processadores por VM de 64 em relação ao total suportado (pelo o Windows Server 2008) e 64 GB de memória por VM de 2 TB em relação ao total suportado no host. Já no quesito, quantidade de VM suportadas, que pode ser em 32 bits ou 64 bits, tem relação direta com o hardware, até o limite do hardware.

Hoje, no Brasil, clientes vêm, oficialmente participando do programa de adoção do produto desde a sua versão beta ou, como em alguns casos, por conta própria. Este programa, juntamente com o parceiro que abriu a oportunidade, conta com o apóio direto da Microsoft no suporte do produto.

Certamente, com este caso de uso, a Microsoft reafirma porque vem desenvolvendo uma plataforma de virtualização escalável, robusta e resiliente, com um grande ROI e um baixo TCO, seja para pequenas, médias ou grandes empresas que necessitem de uma solução de virtualização.

Jonildo Santos
MCT/MCITP

Categorias:Tech-Ed
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: