Início > Windows Server > Peer Caching do BITS 3.0

Peer Caching do BITS 3.0

quarta-feira, 21 jan 2009 @ 12:27 PM Deixe um comentário Go to comments

Quando o negócio é reduzir o consumo de banda, as atualizações deixam os administradores de “cabelos em pé”. E, um recurso disponível e eficaz no BITS 3.0, que poucos conhecem, é o Peer Caching. Este recurso, que é suportado no Windows Vista e no Windows Server 2008, permite aos clientes compartilharem arquivos dentro da mesma sub-rede e mesmo domínio.

Por padrão o recurso vem desabilitado, e, por questões de segurança, a “tarefa” que faz download do arquivo deve explicitamente disponibilizar estes arquivos a outros parceiros. O Peer Caching pode trabalhar como cliente e/ou como servidor.

Quando habilitado, o BITS constrói uma lista de parceiros que tenha o Peer Caching habilitado na mesma sub-rede, no mesmo domínio e estejam atuando com servidor. O que não inclui estações de uma relação de confiança de domínio. Para manter a lista, o BITS elimina os parceiros que:

  • Falhar na autenticação;
  • Se indisponível por um longo período de tempo;
  • Ou, provê um certificado com erros.

Quando uma tarefa do BITS é criada para fazer download de uma atualização, o agente do Windows Update instrui ao BITS a disponibilizar o arquivos a outros clientes. Quando outro computador tentar fazer download da mesma atualização, o BITS envia um multicast para outras estações dentro da mesma sub-rede. Se uma ou mais estações responderem que tem a atualização, o BITS fará download usando essas estações em vez de usar o servidor. Se houver falha durante o processo ou demorar muito tempo, o BITS usará o servidor WSUS configurado na política de grupo ou do Windows Update na Internet para concluir o download.

Para beneficiar a infra-estrutura com este recurso, é necessário habilitar a funcionalidade no domínio usando o gpmc.msc para modificar política de grupo padrão do domínio ou criando uma nova política com as entradas abaixo. Também podemos habilitar em um grupo de estações dentro do domínio usando gpedit.msc para modificar as entradas abaixo:

Computer Configuration > Policies > Administrative Templates > Network > Backgraund Intelligent Transfer Service

Allow BITS Peercaching = Enabled

Se necessário um maior controle do comportamento do Peer Caching, poderá ser realizado ajustes dentro grupo de políticas acima. E, para validar as configurações propagadas pela política de grupo, temos o comando BitsAdmin.exe como abaixo:

Para configurar manualmente o comportamento do “Peer Caching” em uma estação:

Para listar os parceiros encontrados:

Por padrão o Peer Caching usa 1% do espaço em disco em um período de 14 dias para armazenar os pacotes em estações onde o recurso estiver habilitado.

Este recurso, além de beneficiar a quem não tem um servidor WSUS em sua infra-estrutura de rede, também nós permite reduzir o tráfego solicitado a um servidor WSUS e também reduz transferências através de links WAN quando não existir um servidor WSUS em um escritório remoto.

Jonildo Santos
MCT/MCITP

Categorias:Windows Server
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: